Saiba como conseguir créditos em até R$ 100 MIL, mesmo com o nome sujo

A Caixa Econômica Federal divulga uma modalidade de crédito que pode ser uma boa alternativa para aqueles que se encontram negativados no SERASA ou SPC. Trata-se de uma medida, na qual se usa algum bem valioso do solicitante do empréstimo como garantia de pagamento da dívida.

Dessa forma, o banco recebe a hipoteca de um bem com o valor equivalente do empréstimo requerido, sendo possível chegar até R$100.000 em crédito. A Caixa ainda disponibiliza como opção de garantia o saldo presente no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A proposta torna-se viável, de modo que dificilmente o banco sofrerá prejuízos ao oferecer o crédito. Assim sendo, esta modalidade acaba sendo mais fácil de ser aprovada, mesmo com o score do SERASA no vermelho.

Como funciona o empréstimo? 

Nesta categoria de empréstimos, os valores irão variar conforme o bem que será penhorado, podendo atingir um Teto de até R $100.000. Sendo assim, a caixa disponibiliza quantias, com base em 85% sob o valor do que foi ofertado como garantia.

 

Para adquirir os empréstimos, o solicitante pode penhorar uma série de mercadorias em sua posse, como:

  • Metais Preciosos (ouro, prata…);
  • Jóias de ouro (em até 12 quilates);
  • Pratarias;
  • Pérolas;
  • Relógios de alto valor;
  • Canetas valiosas;
  • Etc.

Como solicitar?

Quem deseja requerer o empréstimo, é recomendado entrar em contato com a caixa para saber mais detalhes. Feito isso, basta seguir o passo a passo para solicitar.

  1. Se dirija à alguma agência da Caixa Econômica;
  2. Leve em sua posse os bens que deseja colocar como garantia;
  3. Apresente RG, CPF e comprovante de residência;
  4. Será feito uma análise do valor do bem ofertado como penhor;
  5. Escolha junto ao banco o prazo de contrato;
  6. Caso aprovado, solicite a emissão do boleto nos terminais de autoatendimento da caixa ou pelo número 0800 726 8068;

Vale ressaltar, que para aqueles que desejam realizar o processo, utilizando o saldo do FGTS como garantia, é preciso contatar o departamento pessoal (DP) ou de Recursos Humanos (RH) da empresa na qual o solicitante trabalha.

 

 

 

Facebook Comentários

Vamos Anunciar?