Prefeitura vai anunciar nova flexibilização, mas lei seca e toque de recolher continuam

A proibição de comercialização de bebidas alcoólicas após determinado horário e o toque de recolher permanecerão por mais tempo em Dourados, segundo o prefeito Alan Guedes (PP). Na manhã desta terça-feira (14/9), durante evento no Sindicato Rural dentro da Expoagro Digital, ele falou sobre o assunto.

o chefe do Executivo local diz que não há expectativa para mudanças nesse sentido, porém, flexibilizações em algumas atividades devem ocorrer já a partir desta quinta-feira (16/9), quando expira as atuais determinações.

“Estamos avançando muito na vacinação e a tendencia é que o decreto desta semana seja um pouco mais permissivo. Estudamos aumentar o número de pessoas em eventos e ampliar algumas ações. Já a venda de bebidas e horários não vamos mexer. Acreditamos muito que [o toque de recolher] meia-noite ainda vai perdurar por muito tempo”, relatou.

Desde o dia 26 de agosto, é proibido a venda em qualquer modalidade de bebidas alcoólicas no município após as 23h.

Já em relação ao toque de recolher, abolido em Mato Grosso do Sul, a administração municipal tem mantido por entender ajudar na prevenção à doença, responsável pela morte de 666 douradenses desde o início da pandemia. Em Dourados, ele ocorre entre 0h e 5h.

De acordo com boletim epidemiológico divulgado ontem pela Sems (Secretaria Municipal de Saúde), o município tem 38.531 casos confirmados da doença. Desses, 37.722 são considerados recuperados e 10 ocupam vagas de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos hospitais da cidade.

 

Facebook Comentários

Vamos Anunciar?